<>

Home » Poesias Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018







[ A ] [ B ] [ C ] [ D ] [ E ] [ F ] [ G ] [ H ] [ I ] [ J ] [ K ] [ L ] [ M ] [ N ] [ O ] [ P ] [ Q ] [ R ] [ S ] [ T ] [ U ] [ V ] [ W ] [ X ] [ Y ] [ Z ] [ 1 ... 9 ]


Sem ele
por: Thais

Amor, uma palavra tão irreal
é como algo anormal,
mas que te completa a alma
porém quando se vai
a solidão bate palma,
te deixando lá
ao vento,
aso sol,
à realidade,
a boca não sente mais o calor
não sente mais o clamor,
que abria espaço no meu coração
mas agora deixado em vão,
descoberto,
vazio,
sem nenhuma proteção,
seus olhos, meus olhos
se tocavam sem nem mesmo se mexer
sem nem mesmo se ver,
é como um atrito,
como se dois raios se chocassem
e nos colassem.
Seu cheiro,
o doce perfume das flores,
do vento,
do mar,
de tudo,
era praticamente impossivel inalar
apenas admirar.
Aquela brisa suave
que trazia o seu cheiro junto a mim,
era pela uma das coisas
que eu mais agradecia de ser criado,
pois me lembrava o meu amado.
Agora que a tristeza me encontra todo o dia,
não tenho mais porque lutar,
pois tudo que achei que morreria
não é mais nada
quero apenas te encontrar,
mas seu suspiro,
seu brilho,
seu encanto,
]tudo ficou pra trás,
num passado que desejo que se tornasse presente,
num presente que gostaria que fosse futuro,
apenas sua mente,
seu corpo e sua alma,
que me fazem respirar novamente
me deixam sem fôlego
e irrverente,
seus abraços e seus beijos
se tornaram essenciais
na minha vida eram como coisas naturais.
Mas as pessoas mentem
quando dizem que sempre há uma luz no fim do túnel
pois aqui estou eu
esperando que apenas uma vela seja acesa
e que me ilumine por completo
e traga assim o MEU amor incerto,
romântico e protetor
sem nada mais pra dar valor.
E a única coisa que peço é:
Quero ser amada incondicionalmente
sem pensar inutilmente,
apenas...apenas sentir
que com ele estarei aqui.