<>

Home » Poesias Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018







[ A ] [ B ] [ C ] [ D ] [ E ] [ F ] [ G ] [ H ] [ I ] [ J ] [ K ] [ L ] [ M ] [ N ] [ O ] [ P ] [ Q ] [ R ] [ S ] [ T ] [ U ] [ V ] [ W ] [ X ] [ Y ] [ Z ] [ 1 ... 9 ]


Ciclos
por: Geralda Fraga

Ciclos

É vida que grita e se agita
Dentro do peito a confabular idéias
É o sonho que passa rápido e se esvai ao romper do dia
Lânguida noite a mergulhar no inconsciente
Nebulosas nuvens emergem
Para clarear as sombras e obviar contradições,
Erguer novas ilusões, transformar-se em flocos de algodão,
É arvore podada, vida nova que ressurge com raízes fincadas na tradição.
É coração que para, mas não morre, é energia multiplicada em novas gerações.